Avenida Copacabana, 536 - Empresarial 18 do Forte - Barueri - SP -
11 98902-1440

11 4193-1020

11 98902-1440

Avenida Copacabana, 536 - Empresarial 18 do Forte - Barueri - SP -

Reportagens

Solar Ville Garaude, em Barueri, vacina 43 hóspedes com primeira dose da CoronaVac


Tradicional lar de Longa Permanência de Idosos (LPI) localizado em Alphaville celebra a vacinação de todos os residentes

O último dia 21 de janeiro foi considerada uma data histórica para o lar de idosos Solar Ville Garaude, localizado em Barueri, no bairro Alphaville. O empresário e filho do fundador, Pedro Garaude, comemorou a chegada das primeiras doses da vacina CoronaVac, que garantiu a imunização contra a covid-19 de 43 hóspedes institucionalizados. 

Nesta entrevista exclusiva ao Giro S/A, Garaude fala sobre a importância dessa primeira fase, que prioriza a vacinação de profissionais de saúde diretamente ligados ao tratamento da covid-19, idosos com mais de 60 anos institucionalizados (residentes de lares de idosos), além de indígenas aldeados e população quilombola. "Foi como ganharmos uma Copa do Mundo", disse à reportagem.

Giro S/A. Conte para nós como foi a chegada da CoronaVac no Solar Ville Garaude.

Pedro Garaude. Nós recebemos aqui a CoronaVac, vacina feita em parceria com o Instituto Butantan. Importante ressaltar que as doses foram suficientes para todos os nossos hóspedes (institucionalizados), porém, não para os nossos funcionários, que era o previsto nessa fase primeira fase da vacinação, principalmente porque, para Barueri, eram esperadas em torno 80 mil doses e vieram apenas 3.900. Então houve certa restrição. Eles (governo) deram prioridade para os profissionais da saúde e médicos que estão atuando na linha de frente da covid-19, aqueles que estão diretamente relacionados ao tratamento da doença. Nem os outros profissionais (da saúde) de outras especialidades tiveram acesso ainda. Priorizaram também as instituições de longa permanência de idosos (LPI), que são os lares para idosos. E, aqui em Barueri, o Grupo Via Brasil teve acesso, grupo que é uma ONG relacionada ao Solar Ville, uma ONG parceria, com a qual contribuímos desde a sua fundação. E para o Solar, somente os hóspedes residentes tiveram acesso. Nem aqueles que faziam parte do nosso clube, que faziam atividades diariamente, ou acessavam nossas atividades, puderam ser vacinados neste momento. O que não significa que não o serão. É só uma questão de tempo para a vacina chegar, pois a logística paulista parece bastante eficiente. Assim que eles tiverem produzidas todas as vacinas, entregarão para todos.

Giro S/A. Qual foi a sensação ao ver os idosos do Solar serem vacinados?

Pedro Garaude. Os idosos cuidados estão em processo de imunização, essa é a palavra correta. É apenas a primeira dose. É esperado que eles recebam a segunda dose em 28 dias. Depois disso, temos de aguardar um período semelhante de 28 a 30 dias, para que possamos considerá-los imunizados. Agora, imagina a sensação aqui quando aconteceu a vacinação. Vivemos praticamente durante um ano com restrição de vir aqui sendo grupo de risco. Todos os nossos hóspedes estavam praticamente sem ver os seus familiares queridos, ou sair, ou ter as suas vidas normalmente. Somos um hotel, então, aqui, não existia essa restrição de ir e vir antes da covid-19. Era uma opção de cada morador daqui, e que virou uma ordem, uma recomendação que, para esse grupo, faz toda diferença. Sabemos que nós conseguimos dar esse passo para a imunização. Foi como ganhar uma Copa do Mundo, uma alegria enorme de nossos hóspedes e nossos funcionários. Nós podemos, a qualquer momento, se nós nos descuidarmos, trazer esse vírus para cá. Então, é uma alegria enorme! Nós temos uma relação familiar com os nossos hóspedes e não podemos nem imaginar a perda de um hóspede querido. Sabemos, entretanto, que não é o fim da guerra, mas o vencimento da batalha principal.

Giro S/A. Como foi o processo de recebimento das vacinas?

Pedro Garaude. Quem faz toda a gestão das vacinas é a Vigilância Sanitária. Foram eles que trouxeram aqui essas doses. Nós nunca tivemos acesso diretamente a essas doses. Sob todos os cuidados e olhares de nossa equipe de enfermagem, fomos vacinando os hóspedes aos poucos, um a um, por meio dos profissionais da Vigilância. E o que eles disseram é que já estão separadas todas as vacinas para a segunda dose. Então, eles garantem que estas não faltarão. E assim, acreditamos na Vigilância Sanitária. As vacinas foram disponibilizadas pelo governo do estado de São Paulo, por meio do Plano Estadual de Imunização, e depois chegaram em cada prefeitura. A Prefeitura de Barueri também fez um Plano Municipal para a vacina. 

Veja as imagens e o vídeo disponibilizado por Pedro para o Giro S/A.
Fonte: Giro S/A
 
« Voltar

Venha nos Visitar

Não é Preciso Agendar um Horário

Saiba Mais